Cultura


(Pág. 1 por 14)   
« Ant.
  
1
  2  3  4  5  Seg. »



A guerra em Angola pode já ter acabado há sete anos, mas as suas sementes continuam plantadas em grande parte do país. Em 2008, as autoridades conseguiram colher mais de três mil dessas sementes: 3128 minas antipessoal e 197 minas antitanque foram desactivadas e destruídas, além de 262 445 engenhos explosivos que não tinham detonado
No festival, conhecido por "Mindelact", vão estar representados, para além de Cabo Verde, Angola, Moçambique e Mali, Portugal, Espanha França, Bélgica e República Checa, e Brasil
"Do ponto de vista literário, não acho necessário, acho dispensável, terei dificuldades em escrever da maneira nova e acho que grande parte dos argumentos que foram feitos a favor do acordo são argumentos falsos" - Mia Couto 

O tempo revivido por NZé di Sant’ y Águ “pode considerar-se a fase de «conhecimento do mundo»”; daí que fosse esse um tempo “cujo significado não terá sido entendido no presente daquele passado e que o sujeito quer recuperar na sua significação histórica”, como é comum suceder no Bildungsroman realista
"É engraçado terem escolhido uma “pretoguesa” para isso, justificando, pelo facto de talvez a verem como uma ponte cultural entre os dois povos.
O programa terá duas fases, uma primeira que pretende apresentar aos cabo-verdianos as letras e os sons que compõem o alfabeto nacional para os conhecerem melhor e poderem os aplicar convenientemente na escrita. Na segunda fase o projecto prevê a demonstração aos falantes nacionais das regras do funcionamento da Língua Cabo-Verdiana, de acordo com algumas gramáticas já existentes no país.

A localidade foi porto de chegada dos portugueses em 1460 e, dois anos mais tarde, foi lá criada a primeira cidade do mundo construída por europeus nos trópicos, mais precisamente por Portugal, tornando-se na primeira capital do arquipélago que, mais tarde, seria conhecido por Cabo Verde.

(Pág. 1 por 14)   
« Ant.
  
1
  2  3  4  5  Seg. »

  • Agenda de Eventos